Societá participou da construção do 2º Plano Nacional de Aprendizagem

Publicado em: 5 de abril de 2018 • Categoria: FNAP, Lei da Aprendizagem, Lei do Aprendiz, MTE, PNAP

 

Foi aprovada ontem, dia 4 de abril de 2018, a segunda edição do Plano Nacional de Aprendizagem Profissional (PNAP), que define o rumo das políticas públicas de inserção dos jovens no mercado de trabalho pelos próximos cinco anos. A votação aconteceu durante a primeira reunião extraordinária do Fórum Nacional de Aprendizagem Profissional (FNAP), que a Societá – Formação Profissional integra desde o ano passado.

Nesta condição, o diretor da entidade, João Bittar Netto, participou da construção das propostas que levaram à formulação da segunda edição do PNAP. A criação do documento contou com auxílio de especialistas da Organização Internacional de Trabalho (OIT), a partir de oficina com membros do colegiado do Fórum de Aprendizagem, realizada em 2017, que gerou um relatório com ações e anseios das organizações participantes.

A Societá – Formação Profissional levou como proposta a criação de um modelo que elevasse um padrão de qualidade educacional dos programas de aprendizagem.  “Nossa proposta é a implantação de um modelo de regulação e supervisão da qualidade das instituições sem fins lucrativos, de modo possibilitar que o jovem tenha a melhor formação possível e que a empresa tenha o melhor resultado possível do programa de jovem aprendiz”, afirmou Netto.

FNAP

Em agosto de 2017, a Societá – Formação Profissional foi eleita uma das seis Entidades Sem Fins Lucrativos (ESFL) formadoras de jovens aprendizes do País a integrar o FNAP no biênio 2017/2018. Como titular, a entidade participa com direito a voto e assento do FNAP, instituído em 2008 pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) para promover o debate entre instituições formadoras, poder público e sociedade civil; desenvolver ações de mobilização pelo cumprimento de contratação de aprendizes conforme a legislação e monitorar o alcance das metas de contratação e efetividade na oferta de programas de aprendizagem profissional.